domingo, 5 de julho de 2015

XVI CORRIDA 2 DE JULHO





Meu amigo, maratonista Léo Cunha, que me motivou durante todo o trajeto! Muito obrigado companheiro!




65ª Corrida Oficial, 68ª e 69ª medalhas conquistadas.


XVI Corrida 2 de julho, primeira com a camisa da Triplaforma!


Medalhas de participação e medalha especial, pelo 3º lugar na categoria Veterano 70.


A Corrida 2 de Julho é realizada anualmente pela AVAB - Associação dos Veteranos de Atletismo da Bahia. Esta foi a segunda vez que participei da mesma e a primeira no circuito "oficial", que é no centro da cidade.

No ano passado a prova foi realizada no Parque Metropolitano de Pituaçu, no dia 26/07/2014, em virtude das dificuldades decorrentes da realização da Copa do Mundo. Tive a imensa satisfação de ser o vencedor em minha categoria e fiz o relato que pode ser lido acessando o link abaixo:

"A Independência da Bahia foi um movimento que, iniciado em 1821 (mas com raízes anteriores) e com desfecho em 2 de julho de 1823, motivado pelo sentimento federalista emancipador de seu povo, terminou pela inserção daquela então província na unidade nacional brasileira, durante a Guerra da independência do Brasil.

Aderira Salvador à Revolução liberal do Porto, de1820 e, com a convocação das Cortes Gerais em Lisboa, em janeiro do ano seguinte, envia deputados como Miguel Calmon du Pin e Almeida na defesa dos interesses locais. Divide-se a cidade em vários partidos, o liberal unindo mesmo portugueses e brasileiros, interessados em manter a condição conquistada com a vinda da Corte para o país de Reino Unido, e os lusitanos interessados na volta ao status quo ante.

Dividem-se os interesses, acirram-se os ânimos: de um lado, portugueses interessados em manter a província como colônia, do outro brasileiros, liberais, conservadores, monarquistas e até republicanos se unem, finalmente, no interesse comum de uma luta que já se fazia ao longo de quase um ano, e que somente se faz unificada com a própria Independência do Brasil a partir de 14 de junho de 1822, quando é feita na Câmara da vila de Santo Amaro da Purificação a proclamação que pregava a unidade nacional, e reconhecia a autoridade de D. Pedro I.

Na Bahia a luta pela Independência veio antes da brasileira, e só concretizou-se quase um ano depois do 7 de setembro de 1822: ao contrário da pacífica proclamação às margens do Ipiranga, só ao custo de milhares de vidas e acirradas batalhas por terra e mar emancipou-se de Portugal, de tal modo que seu Hino afirma ter o Sol que nasceu ao 2 de julho brilhado "mais que o primeiro"

Obs. Matéria copiada do Wikipédia

Eis o belo hino:


HINO DO ESTADO DA BAHIA 2 DE JULHO
Música – José dos Santos Barreto Letra – Ladislau dos Santos Titara

Nasce o sol ao 2 de Julho,
Brilha mais que no primeiro!
É sinal que neste dia
Até o sol, até o sol é brasileiro.

Nunca mais, nunca mais o despotismo
Regerá, regerá nossas ações!
Com tiranos não combinam
Brasileiros, brasileiros corações!

Salve Oh! Rei das campinas
De Cabrito e Pirajá!
Nossa pátria, hoje livre,
Dos tiranos, dos tiranos não será!

Nunca mais, nunca mais o despotismo
Regerá, regerá nossas ações!
Com tiranos não combinam
Brasileiros, brasileiros corações!

Cresce! Oh! Filho de minh’alma
Para a Pátria defender!
O Brasil já tem jurado
Independência, independência ou morrer!

Nunca mais, nunca mais o despotismo
Regerá, regerá nossas ações!
Com tiranos não combinam
Brasileiros, brasileiros corações!
Com tiranos não combinam
Brasileiros, brasileiros corações! (bis)

Participar de uma prova, comemorando tão significativa data é antes de tudo um privilégio, que se agiganta com a felicidade de residir nesta bela cidade de Salvador da Bahia e desfrutar de todos os seus encantos.

Tenho a maior satisfação de participar de provas promovidas pela AVAB, pois apesar da simplicidade de suas organizações, as mesmas contam com as presenças de vários amigos e conhecidos, que fui fazendo ao longo desses seis anos como corredor de rua.

Apesar de meu maior prazer ser efetivamente correr, não posso negar que gosto de tentar conseguir uma boa classificação, numa disputa justa com corredores de minha faixa etária.

Antes da largada, costumo  analisar os presentes, para avaliar minhas possibilidades. Desta vez, sabia que tinha chance de ficar entre os cinco primeiros e até ser o primeiro, dependendo do desempenho de cada um. Considero que fui bem, obtendo o 3º lugar, com o tempo de 00:49:01 nos 7,700 km, mas os dois que chegaram na minha frente foram melhores e fizeram por merecer. A classificação na categoria 70/74 anos ficou assim:


1 68 JAIME RIBEIRO DE OLIVEIRA M 08/06/1941 74  00:46:48 BAHIA
2 13 CARLOS SIMÕES SANTANA     M 10/12/1943 72 00:47:46 3 7
3 73 JOSÉ AMÂNCIO NETO               M 28/04/1944 71 00:49:01 TRIPLAFORMA
4 187 GENIVAL SANTOS RIBEIRO  M 15/03/1941 74  00:54:23
5 11 ARISTON ALVES DA SILVA     M 29/12/1942 73 00:54:30 AVAB

http://www.fba.org.br/Arquivos/202/Categorias.pdf



Pódio da categoria 70/74 anos

Em companhia do amigo e maratonista Léo Cunha, que está nos preparativos finais para fazer a maratona do Rio de Janeiro, o qual também integra a Família Triplaforma e inclusive moramos no mesmo condomínio, seguimos muito cedo para o local da largada. Lá encontramos poucos corredores e fiz as primeiras imagens.

Genival Santos Ribeiro, Rivanda Nascimento e Léo cunha. 

O amigo "Boca"
Maratonistas Léo Cunha e Samuel Moreira
Genival Santos, Léo Cunha, Samuel Moreira, João Paulo e José Barros Amorim
....Semirames Ribeiro, Edna Maria e ...
Amiga Alzira

Apesar de já fazer parte da Família Triplaforma, ainda não tinha uma camisa para usar na prova, por falta no estoque na Assessoria. O problema foi resolvido pelo amigo Douglas Cerqueira, que gentilmente me presenteou com uma de seu uso pessoal. Assim, cumpri o ritual de vestir o "manto" na presença dos amigos, cujo momento foi devidamente registrado, conforme fotos abaixo.

Vestindo pela primeira vez a camisa da Triplaforma, em frente a este significativo Memorial!



Devidamente uniformizado, foram feitas as fotos abaixo.
Douglas Cerqueira e Gilmar Oliveira
Jaime Ribeiro, meu principal "adversário" e vencedor na categoria, fazendo seu aquecimento.



Jaime Ribeiro 

Thiago Vieira, Léo Cunha, David, Jaime e Ricardo.

A largada ocorreu no horário previsto e o clima ameno concorreu para melhorar as condições da prova. Meu amigo Léo Cunha, que se propôs a fazer um treininho apenas para me acompanhar e dar força, se posicionou ao meu lado e seguimos.


Equipe da Triplaforma: Eu, Léo Cunha, Rivanda Nascimento e Douglas Cerqueira

Passando pela Praça Municipal
Douglas Cerqueira, que também está treinando para fazer a maratona do Rio 














As ruas e avenidas do trajeto são velhas conhecidas, mas foi a primeira vez que passei por elas fazendo uma prova oficial. O circuito é de média dificuldade, com a existência de poucas ladeiras, tendo apenas uma considerada difícil, a da Rua Padre Feijó, justamente na qual meu rendimento diminuiu bastante e descartei qualquer possibilidade de ultrapassar Jaime, que já colocava uma frente de uns 500 metros.

Quem também chegou na minha frente foi o excepcional atleta veterano José Barros Amorim, que, aos 79 anos, ainda corre como uma "criança" e, mais uma vez, foi o primeiro da categoria VETERANO 75 ACIMA, com o tempo de 00:48:20. Considerando que no próximo ano o mesmo completará 80 anos, esperamos que a AVAB crie a categoria VETERANO 80 ACIMA, pois não é justo que o mesmo continue concorrendo com "meninos" de 75 anos! 



Sr AMORIM é uma verdadeira lenda do nosso atletismo e já subiu ao ponto mais alto do pódio dezenas de vezes. Parabéns campeão!

Mantive então um ritmo confortável  e chegamos muito bem na subida da Rua Chile , rumo ao portal de chegada. (foto acima, na passagem pela Praça Castro Alves)



Cruzei a linha de chegada muito satisfeito e vibrei com mais uma conquista. 

Depois ficamos aguardando a cerimônia de premiação, que foi feita no Palácio do Esportes, onde fica a Sede da FBA, quando então foram feitas as imagens abaixo.

Imitando o poeta!
Manoel Alves, Carlos Simões e João Viana

Amigo Antônio Fraga
David e Antônio Menezes
João Viana Damásio, Carlos Simões, Cleber Del Rio e José Barros de Amorim, mais de 350 anos de experiência!!


Pódio geral Feminino

Class. Cod. Nome do Atleta Categoria Sexo Dt.Nascto Idade Tempo Equipe
1 340 AUGUSTINHA LOPES DOS SANTOS VETERANA 55 F 27/05/1959 56 00:35:50
2 305 IRENA CRISTINA S SANTOS ADULTA 30 F 21/11/1984 31 00:37:07 HERCULES
3 433 CONCEICAO PEREIRA DE JESUS VETERANA 35 F 26/09/1980 35 00:37:22 HAMMER CORRIDA :

Pódio geral Masculino:

Class. Cod. Nome do Atleta Categoria Sexo Dt.Nascto Idade Tempo Equipe
1 444 FERNANDO PERICLES DA S SANTOS VETERANO 35 M 10/06/1978 37 00:25:45 APA/SINDAE/POSTO F.SECA
2 106 ALLAN DE JESUS ANTAS ADULTO 30 M 27/03/1984 31 00:26:37 CORPO INTEIRO
3 315 JAIRO CARVALHO ALVES ADULTO 30 M 25/02/1984 31 00:27:20 HERCULES


Pódio Categoria: VETERANA 60 ACIMA

1 293 MIRIAM GOMES DE MELO E MELO F 11/10/1955 60 00:39:37 CORPUS VITALLE
2 325 VALDELICE SOUSA DOS SANTOS F 04/02/1955 60 00:39:55 CORBA SAUDE
3 99 ALZIRA MENDES DE A CARDOSO F 11/02/1945 70 00:52:23 PANIFICADORA BRASILIA
4 429 LAURA SANTOS DE QUEIROZ F 22/08/1955 60 00:56:29 HAMMER CORRIDA
5 295 ANGELA MARIA FREITAS FONSECA F 10/12/1954 61 01:01:19 CORPUS VITALLE

Pódio categoria Veterano 75 acima:

1 28 JOSÉ BARROS DE AMORIM M 29/07/1936 79 00:48:20 AVAB HERCULES
2 14 CLEBER DEL RIO ATANAZIO M 30/06/1938 77 00:49:20
3 31 JOSÉ MILTON PEREIRA M 04/10/1939 76 00:53:07 AVAB MULTSPORT
4 26 JOÃO VIANA DAMÁSIO M 26/06/1939 76 00:56:33
5 424 CARLOS AUGUSTO DE OLIVEIRA M 25/07/1938 77 00:59:47 CAETANO TELES




Pódio Categoria Veterano 70:

1 68 JAIME RIBEIRO DE OLIVEIRA M 08/06/1941 74 00:46:48 BAHIA
2 13 CARLOS SIMÕES SANTANA M 10/12/1943 72 00:47:46
3 73 JOSÉ AMÂNCIO NETO M 28/04/1944 71 00:49:01 TRIPLAFORMA
4 187 GENIVAL SANTOS RIBEIRO M 15/03/1941 74 00:54:23
5 11 ARISTON ALVES DA SILVA M 29/12/1942 73 00:54:30 AVAB

Homenagem a esta jovem, filha da corredora Ângela Maria Freitas Fonseca, 5ª colocada na categoria Veterana 60 acima,  que teve a gentileza de fazer minhas fotos no pódio.


Eu e o Poeta!

Até breve.....












6 comentários:

  1. Parabéns mais uma vez Amâncio.
    Este Amorim é demais também. Mais que a criação da categoria 80 acima a AVAB/FBA poderia promover uma festa para celebrar a data.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado caro amigo Roberto. Vamos fazer a sugestão Abr

      Excluir
  2. Parabéns Amâncio.
    Continuas firme e forte aproveitando esse clima maravilhoso da Bahia.

    Grande abraço.
    Osmir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu amigo Osmir. Continuo aguardando sua decisão de vir curtir nossa "boa terra" e participar de uma corridinha por aqui. Abrfz

      Excluir
  3. Parabéns, tá na cola de Jair já. Orgulho-me de ver vocês dando de 10x0 em muito molecão que vê o Sábado virar Domingo sem dormir e não aguenta correr nem 100m atrás de uma bola. Sempre falo de vocês e dessas mulheres guerreiras das fotos acima pra meus amigos sedentários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Ivan! Muito obrigado pelas palavras de incentivo. Um forte abraço.

      Excluir